ESCRITA E RESISTÊNCIA: EM BUSCA DE MARIA POGNON

Giselle Aparecida da Luz

Resumo


Neste trabalho buscamos analisar o artigo Féminisme (1897), de Maria Pognon, publicado no Jornal La Fronde. Nosso objetivo é o de refletir sobre o ethos que a referida autora constrói de si por meio de sua escrita. Ao analisar nosso corpus, pudemos observar a construção do ethos da feminista engajada e determinada em lutar por uma sociedade mais justa e igualitária, e o ethos da feminista esperançosa, que sonha e acredita em dias melhores para as mulheres. Para tanto, utilizaremos como referencial teórico os trabalhos de Perrot (2005 [1998], 2007 [2006]), sobre a história das mulheres; as contribuições de Meyer (2005, 2008a, 2008b) em relação a negociação das distâncias na Retórica e na Argumentação; e as reflexões de Amossy (2005, 2008a, 2008b), no que diz respeito à noção de ethos.


Palavras-chave


Argumentação, Ethos, Feminismo, Maria Pognon.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.