A REPRESENTAÇÃO DO EXÍLIO EM NO PASÓ NADA, DE ANTONIO SKÁRMETA

Shirley de Souza Gomes Carreira

Resumo


A temática do exílio tem sido recorrente na literatura contemporânea produzindo representações literárias de uma das experiências humanas mais impactantes. Este texto propõe a análise do romance No pasó nada, de Antonio Skármeta, que se insere no contexto da ditadura no Chile, após o assassinato de Salvador Allende. Nessa obra, Skármeta busca retratar as dificuldades dos exilados de um ponto de vista diferenciado, na perspectiva de um adolescente de quatorze anos. É através do seu olhar que o leitor acompanha o choque entre culturas e o seu processo de aculturação.

 


Palavras-chave


Exílio. Skármeta. No pasó nada. Aculturação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.