Percepções e vivências de idosos sobre sua sexualidade

Mailla Carvalho Santos, Rosilene Nunes, Guilherme Henrique Santos da Cruz, Meriele Santos Souza, Romana Aparecida Alves Barbosa, Emerson Ribeiro Lima, Mariza Alves Barbosa Teles

Resumo


Dentre os efeitos do processo de envelhecimento, a sexualidade tem sido um assunto de grande relevância na atualidade. O presente estudo teve como objetivo conhecer as percepções e vivências de idosos assistidos em um centro de referência para pessoas idosas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com abordagem descritiva, realizada no mês de abril de 2016, em um centro de referência para idosos no Norte de Minas Gerais. Participaram da pesquisa 11 idosos assistidos pelo CMV Eny Faria de Oliveira. O término da coleta de dados ocorreu pela saturação teórica dos dados. As falas dos participantes foram transcritas e, posteriormente, analisadas pela técnica de Análise de Conteúdo Temática e pelo Interacionismo Simbólico. Os participantes tinham idade entre 62 e 80 anos, sendo dois do sexo masculino e nove do feminino. Todos os participantes eram aposentados; entre as mulheres idosas, predominaram as viúvas. Evidenciou-se a dificuldade dos entrevistados em separarem sexualidade de ato sexual. A apreciação das informações obtidas permitiu a elaboração de três categorias: percepção de idosos sobre sua sexualidade; mudanças da sexualidade na velhice e sentimentos e crenças de pessoas idosas sobre a sexualidade na atualidade. A sexualidade é um fator importante para que os idosos vivam melhor, contudo é necessário conhecer como eles a percebem e a vivenciam, pois tal conhecimento é de suma relevância para subsidiar os profissionais de saúde, bem como para planejar políticas públicas voltadas para essas pessoas.


Palavras-chave


Saúde do Idoso; Sexualidade; Envelhecimento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.