A GESTÃO DO CONHECIMENTO COMO ELEMENTO FACILITADOR PARA MELHORIA DE PROCESSOS EM SERVIÇOS DE SAÚDE: UM ESTUDO DE CASO.

Benjamin Salgado Quintans

Resumo


Este artigo apresenta uma análise da contribuição da gestão do conhecimento para a melhoria de processos em uma organização, através de um estudo de caso envolvendo a unidade de tratamento intensivo do Hospital Espanhol, instituição privadaa e filantrópica localizada na cidade do Rio de Janeiro, tendo como base o modelo da espiral do conhecimento de Nonaka e Tackeuchi (1997). Os procedimentos metodológicos são baseados na elaboração de questionário e na sua aplicação através da realização de entrevistas com especialistas e no levantamento de elementos básicos relativos à área hospitalar, assim como, na revisão da literatura referente ao tema de estudo. Como resultados desta pesquisa conclui-se que a vantagem competitiva existe sim no prestador que possuir profissionais mais qualificados e que estejam atualizados. Porém, as informações absorvidas pelos médicos, na maioria das vezes, são canalizadas única e exclusivamente para a melhoria da eficiência dos processos e não da eficácia e apesar de haver uma busca constante de atualização sobre os processos de tudo o que está sendo feito e discutido pelos outros médicos e hospitais, os prestadores de serviço médico-hospitalar ainda não descobriram como gerenciar a criação de inovações no tratamento de seus pacientes de forma a transformar este conhecimento tácito e uma vantagem competitiva explícita.

Palavras-chave


Gestão do Conhecimento. Melhoria do processo. Gestão hospitalar

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.